Direitos e Deveres do Paciente

 

A Casa de Saúde Stella Maris, norteada pela legislação vigente, sua identidade organizacional e regulamento institucional e seu Código de Ética, adota a Política de Direitos e Deveres do Pacientes, conforme abaixo designado:

 
 
    I. DIREITOS DO PACIENTE

    O paciente possui direito à:

  1. Ser tratado de forma digna, humanizada, respeitosa, cordial e livre de quaisquer preconceito ou discriminação, garantida a preservação de sua imagem e identidade, bem como, respeito a seus valores éticos, morais e culturais.

  2. Ser identificado pelo seu nome e sobrenome ou nome social, sem qualquer associação desrespeitosa, como a seu quadro clínico ou outras formas impróprias ou preconceituosas.

  3. Ter respeitada sua crença espiritual e religiosa, podendo receber ou recusar assistência moral, psicológica, social ou religiosa, estendida a seus familiares.

  4. Ser atendido em ambiente seguro, livre de assédio ou abuso.

  5. Ter preservada sua privacidade, individualidade, e, em especial, ter preservado o sigilo sobre todas as informações de seu tratamento médico, salvo para a equipe do Hospital responsável pelo seu tratamento. O paciente poderá autorizar familiares ou terceiros a receber informações e ter acesso ao seu prontuário médico, mediante documento por escrito, desde que esteja lúcido e tenha capacidade plena

  6. Solicitar cópia ou ter acesso ao seu prontuário médico, de acordo com a legislação vigente e conforme as normas da instituição.

  7. Ser esclarecido sobre o seu tratamento e/ou procedimento médico, incluindo possíveis riscos, sequelas e tratamentos alternativos, podendo consentir de forma livre e esclarecida, bem como participar e tomar decisões quanto ao seu plano de cuidados.

  8. Revogar ou recusar livremente a realizar tratamento e/ou procedimentos médicos, desde que não haja risco iminente de morte.

  9. Indicar um familiar ou responsável para decidir em seu nome sobre tratamento e/ou realização de procedimento, caso esteja impossibilitado de fazê-lo.

  10. Solicitar a desistência de seu tratamento a qualquer momento, exceto quando haja risco iminente de morte.

  11. Ser informado sobre os medicamentos que lhe serão administrados.

  12. Solicitar a qualquer momento profissional da equipe de cuidados para avaliar queixas, para melhoria do seu conforto e bem-estar.

  13. Pedir uma segunda opinião sobre o seu atendimento, bem como solicitar substituição de seu médico assistente a qualquer momento, quando estiver internado na Instituição.

  14. Receber instruções e esclarecimentos claros de como proceder após a alta hospitalar.

  15. Receber visitas e ser informado em caso de limitação clínica ou restrição aplicada a esse direito. A visitação ocorrerá, quando autorizada, em horários pré-estabelecidos no manual do paciente e no limite de quantidade autorizada pelas normas da Casa de Saúde Stella Maris.

  16. Ter assistência respeitosa e com compaixão no fim da sua vida, podendo ele próprio (desde que lúcido), a família ou responsável legal, decidir em conjunto com a equipe assistencial sobre a utilização de tratamentos e/ou procedimentos dolorosos e extraordinários para prolongar a vida.

  17. Ter acesso a tabela hospitalar com os valores praticados na Instituição, bem como solicitar a qualquer tempo o extrato de sua conta hospitalar detalhada, discriminando materiais, medicamentos, diárias, taxas, exames, entre outros e seus respectivos valores, quando seu atendimento se der na modalidade particular.

  18. Na condição de idoso, ter cumprido todos os direitos estabelecidos na Lei 10.741/2003 – “Estatuto do Idoso”.

  19. Ser o paciente ou familiar, esclarecidos sobre a possibilidade de doação de órgãos, nos termos da Lei n.º 94.394/1997.

  20. Apresentar manifestação verbal ou escrita, no Serviço de relacionamento do cliente ou Ouvidoria.

 
 
    II. DEVERES

    O paciente e/ou o seu responsável legal tem os seguintes deveres:

  1. Prestar informações precisas, atualizadas, completas e apuradas sobre o histórico de saúde, doenças prévias, procedimentos médicos anteriores e outros problemas relacionados à saúde.

  2. Informar as mudanças de saúde inesperadas aos profissionais responsáveis pelo seu tratamento.

  3. Seguir as recomendações e instruções transmitidas pela equipe de cuidado multiprofissional que o assiste, sendo responsável pelas consequências de sua recusa.

  4. Expressar se compreendeu as informações e orientações recebidas e fazer perguntas sempre que tiver dúvidas.

  5. Utilizar somente as medicações prescritas pelo Hospital durante a sua permanência e tratamento, salvo as autorizadas pelo médico responsável pelo seu atendimento e acompanhamento.

  6. Tratar com cortesia e educação, pacientes, acompanhantes, membros das equipes assistenciais, colaboradores e prestadores de serviços da Instituição, respeitando os seus direitos.

  7. Zelar, e solicitar que os seus visitantes e acompanhantes também o façam, pelas propriedades do Hospital colocadas à sua disposição para o seu conforto e tratamento, bem como, contribuir para o bem-estar de todos nas dependências do Hospital, atendendo e respeitando a proibição de ruídos, uso de fumo e derivados do tabaco, e bebidas alcoólicas, colaborando com a segurança e limpeza do ambiente.

  8. Conhecer e respeitar as normas e os regulamentos do Hospital, por meio do Manual do Paciente.

  9. Nos atendimentos de origem particular, indicar o responsável financeiro pelo seu tratamento hospitalar, no momento de sua admissão na Instituição.

  10. Ler todos os documentos de admissão, o contrato de prestação de serviços com o Hospital, manifestar sua ciência, bem como dar conhecimento dos referidos termos ao seu responsável, quando houver.

  11. Conhecer e dar conhecimento expresso ao Hospital da extensão da cobertura financeira do seu Plano de Saúde, Seguradora ou Empresa, assim como as possíveis restrições;

  12. Informar qualquer mudança em seu contrato com a operadora de saúde, tais como: mudança de plano, de cobertura, de carteira. O paciente ou seu responsável deverá comunicar imediatamente a alteração para o setor de Internação, para que todas as medidas burocráticas sejam realizadas em tempo hábil.

  13. Ser responsável por toda e qualquer despesa incorrida durante a internação do paciente ou seu atendimento ambulatorial, mediante glosa, negativa de cobertura ou situações de conflito com seu Plano de Saúde, Seguradora ou Empresa, honrando o compromisso financeiro com o Hospital.

 
 
III. IDENTIDADE ORGANIZACIONAL
MISSÃO

Atender e cuidar de forma integral, humanizada e com qualidade na assistência hospitalar.

VISÃO

Ser reconhecido pela excelência dos serviços, prestados com responsabilidade socioambiental, consolidando a Casa de Saúde Stella Maris como hospital cirúrgico e atendimento humanizado.

VALORES

Princípios Cristãos | Ética | Responsabilidade Socioambiental | Qualidade | Pertencimento | Valorização das Pessoas.

IV. CANAIS DE COMUNICAÇÃO

Nossos canais de mídia social:

 

Central de Atendimentos: (12) 3897-3323

Faça sua doação